Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

Expedito foi mártir da fé, nasceu na Armênia e comandou a 12ª Legião Romana, conhecida como “Fulminata” (ou fulminante, em português) com sede em Melatia. Essa região foi local de inúmeras perseguições aos cristãos por conta do imperador Deocleciano, responsável por determinar a destruição de inúmeras igrejas e livros sagrados, suspender assembléias cristãs e obrigar a renúncia de todos os cristãos.

Enquanto no exército romano levava uma vida de excessos até que um dia teve um encontro com Deus e se converteu. Sua fama de “santo das causas justas e urgentes” veio de um episódio onde um espírito do mal apareceu-lhe em forma de corvo dizendo: “crás..! crás...! crás...!” (em latim: “Amanhã...! amanhã...!amanhã...!”) Enganador que é, eis a proposta do maligno: Deixe para amanhã. Não tenha pressa! Adie sua conversão!

E sem titubear, Expedito pisoteou o corvo, esmagando-o e gritando: HODIE!, que quer dizer: “HOJE”! Nada de adiamento! É para já! Agora! E é daí que vem a associação a soluções imediatas das causas ou urgentes. Também é conhecido como o santo dos negócios que precisam de solução rápida e protetor dos estudantes.

Generoso soldado, Expedito e sua situação de chefe de legião chamaram a atenção de Deocleciano enquanto defendiam as fronteiras orientais contra os ataques de bárbaros asiáticos Quando as perseguições começaram muitos mártires pagaram a lealdade cristã com a vida, entre eles Maurício, Marcelo e Sebastião - hoje conhecido como São Sebastião. Expedito lutou até o fim mesmo depois de ser flagelado até derramar sangue e ter a cabeça decepada.